Ligue (11) 3532-2551 e marque uma reunião Contato

Conheça algumas de nossas soluções e serviços:


Governo do Estado de São Paulo

e-CredAc

“Muitas empresas podem acumular gradativamente crédito de ICMS em seus processos de negócio, mas as regras para recuperação desses valores foram alteradas recentemente pela SEFAZ-SP”
(Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo)

Se você procura Software e Conhecimento Técnico para implementação do e-CredAc (Sistema Eletrônico de Gerenciamento do Crédito Acumulado), fale com a Inteligente, pois temos uma solução (software pronto e serviços especializados).

Mais detalhes ›


Saneamento de Clientes e Fornecedores

Uma das áreas de forte especialização da Inteligente é sem duvida a busca e a adequação dos dados cadastrais junto aos sites oficiais.

Nesta atividade a Inteligente tem como solução desde a prestação de serviços até software para automação do processo, chegando inclusive na integração com o ERP. São numerosos os casos de sucesso e os serviços prestados, quer seja na sua qualidade ou abrangência.

Retornamos os campos abaixo para a NFe, SPED e SOX com os respectivos Certificados:

  • CPF ou CNPJ, UF, Razão Social, Inscrição Estadual, Rua, Número, Complemento, Bairro, Cidade
  • CNPJ ativo ou baixado e também habilitado ou não no Sintegra
  • Código Nacional da Atividade Econômica Principal e Secundaria
  • Se é obrigada a emitir NFe
  • Se é optante ou não do Simples Nacional
  • IBGE (Código do Município)
  • CCM de São Paulo
  • CADESP
  • SUFRAMA
  • CND (Certidão Negativa de Débito), Receita Federal, INSS, FGTS
  • ANVISA
  • ANP (Agência Nacional do Petróleo)
  • E outros que adequamos as suas necessidades

Mais detalhes ›


Classificação Fiscal de Mercadorias

A (TIPI) Tabela de Incidência do Imposto sobre Produtos Industrializados é constituída pela Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM) foi estabelecida pelo governo brasileiro como forma de identificar a natureza das mercadorias fabricadas no Brasil e as importadas e determinar a alíquota do IPI e do Imposto de Importação.

A classificação fiscal é composta de (oito) dígitos informando em campo separado os 2 ou 3 dígitos do “Ex” tarifários se houver. Os “Ex” tarifários referem-se a produtos pertencentes a uma determinada classificação fiscal, porém com alíquota diferenciada, que pode ser maior ou menor do que a alíquota-base.

Quando a minha empresa deve adotar a classificação NCM?

A empresa deve adotar a NCM a partir do momento que passa a produzir ou comercializar uma mercadoria. Para o recolhimento de impostos internos que são identificados através deste código. Para operações de exportação e de importação, sua principal aplicação está na cobrança do imposto de importação e das preferências percentuais negociadas em acordos comerciais que o país participa.

Qual é a importância para a empresa da correta classificação de produto?

O código tarifário é importante, pois através dele é possível identificar produtos e sua classificação na nomenclatura. Além disto, diversas informações são obtidas por meio dele, exemplo disso: impostos, dados estatísticos, negociação em acordos, etc. Portanto os códigos utilizados pelas empresas necessariamente precisam estar certos. A falta de um código correto pode levar a empresa a obter informações incorretas ou mesmo sujeitá-la a multa.

Mais detalhes ›